O #EPEsperança surgiu a partir de um conceito. Eu queria fazer um disco que falasse sobre resiliência, sobre enfrentamento e sobre fé. Conforme eu fui organizando o repertório, eu concluí que eu desejava falar, portanto, de esperança. Não aquela esperança meramente positiva, mas aquela esperança que enfrenta a realidade, resiste aos desafios e mantém a confiança no porvir. A gente experimenta todas essas emoções na nossa vida particular e também na nossa vida social (aqui inclui-se a nossa vida global). Essa é a compreensão que tenho hoje da vida, do momento que eu vivo, do momento que todos vivemos.
Uma das fotos que mais representa esse conceito é esta que apresento hoje, nas #4asDeEsperança. Para quem tiver o EP Esperança físico, em breve, essa imagem virá nas páginas centrais do encarte! Sim, eu escolhi fazer um encarte grande, cheio de fotos! :) (Foto do Gabriel Telles e arte do Isaque Pinheiro.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *